23/02/2017

Um Momento de Inspiração


Numa das minhas conversas pelo mundo, eu respondi assim:

Poema flui de tudo aquilo que você tem contato: música, convívio, gosto, amigos, fatos... Momentos. Poema é isso. É momento. Não adianta forçar, não adianta montar a sua ideia, eu já tentei, não dá! Ou enjoa... ou você desiste de escrever.

Eu confesso que queria escrever coisas malucas, no estilo Raul, coisas filosóficas e sábias, mas se eu fizer isso estarei montando uma ideia, não compondo um poema, entende? É por isso que eu respeito os, persistentes, poetas “melados de amor”, é o “EU” deles, apesar de achar tudo uma bobagem... eu respeito.

O segredo disso é a inspiração, porém é extremamente difícil encontrá-la, mas depois que você a encontra, percebe consecutivamente quando ela chega. A inspiração é, sei lá... Não sei se devo, mas vou dizer; é parecido com o “espírito-santo” que desce nos fiéis e faz com que eles digam coisas que sentem ali na hora. É momento.

Talvez eu queira que você se torne algo que não quer ser, e como eu escrevo poemas, fico lhe forçando a isso. Então fico chato nesse sentido, contudo poema é isso; escrever tudo que sente, depois cortar e acertar, até que tudo se encaixe.

Olha os meus, a maioria são curtos, na verdade eram enormes! Isto não é montagem, é adaptação. Os dos grandes poetas são curtos também, poemas longos exprimem um forte contato com a inspiração, poetas de nível avançado! Mestres.

Quando eu comecei a escrever, achava esse lance de inspiração uma idiotice, eu montava a ideia e jogava no papel, mas nunca ficava legal, até que tive contanto, pela primeira vez, com a inspiração, e confesso, me assustei! Se você tiver apenas um contanto com ela, vai entender perfeitamente o que eu digo.

Poema não é montagem, é inspiração! É momento. O simples é mais bonito. Não tenha receio de escrever aquilo que você pensa, escreva o que você sente, mesmo que você pareça um “louco”, isso é poema. É momento! 

Pra compor poema você tem que transar com a inspiração!

-

Agradeço aos administradores do Blog; Vozes Digitais por manter a salvo o texto acima, pois eu já não o tinha mais em meus arquivos pessoais. 

Foram feitas alterações, porém o original pode ser visto no link: Vozes Digitais

Edison Gil

-

16/02/2017

Bandeira Branca


Edison Gil

Eu quero
uma bandeira branca
sobre o caos
que estanca
o amor global,
e um mar
de extensas teias
sobre as velhas bombas
que caem
no meu quintal.

-

09/04/2015

Tanto Faz II


Edison Gil

Tanto faz se nasce azul
ou se aponta pelo branco,
se prefere ser colosso
ou miúdo como um banco!

Há variedades no planeta,
e desníveis no barranco!

Condenar é massacrar,
a diferença com um tranco,
é limitar o universo,
sentir no peito um solavanco!

É deixar de espalhar,
o esplêndido e o franco!

-

17/07/2014

Na Serra do Rio do Rastro

Serra do Rio do Rastro SC

Edison Gil

Ah, se você soubesse
como é pilotar,
pelas dobras do espaço,
sem sair do compasso!

Faria uma nova viagem,
abriria os braços
em cima da moto,
seria um astro!

Na serra do Rio do Rastro!
Na serra do Rio do Rastro!

Um cowboy na montanha,
fiel ao seu laço,
montando com graça,
o seu cavalo de aço!

Carregando a bandeira,
rente ao penhasco,
espalhando a poeira,
pra enterrar o seu mastro!

Na serra do Rio do Rastro!
Na serra do Rio do Rastro!

Uma serra encantada
que realça os traços
do amor em seu peito,
e conduz os seus passos...

Ah, se você fizesse
essa grande viagem,
estaria repleto – de honra,
o cadastro!

Na serra do Rio do Rastro!
Na serra do Rio do Rastro!

Homenagem a Serra do Rio do Rastro SC

-